sexta-feira, 20 de maio de 2011

É o futebol moderno...

Setor popular seria uma boa? Foto retirada do Blog Gigante Alvinegro.
Ontem o Figueirense anunciou em seu Site Oficial que a partir do próximo jogo contra o Cruzeiro, os ingressos custarão 50 reais para os setores B,C,D e E (visitante) e 100 reais para o Setor A (coberto). 


Segundo a diretoria alvinegra, manter um clube na primeira divisão custa caro, e esse foi o motivo que levou eles a aumentar o valor dos ingressos. Só que todos sabem que o motivo real para esse aumento é a tentativa deles de forçar os torcedores não-sócios a se associar.


Mas não tem como reclamar torcedor, nós temos é que agradecer porque o ingresso aqui continua sendo um dos mais baratos do Brasil. E enquanto pagávamos 30 reais para assistir o Figueira jogar, os torcedores do outro lado da ponte pagavam 60 reais para ser mordido pelos mosquitos, assistir à um time medíocre e ainda depois da partida enfrentar imensas filas. O Figueirense de 2004 pra cá foi o time que menos fez reajustes no valor dos ingressos. O Blog Estadão fala melhor sobre isso, veja aqui.


Mas confesso que isso me da medo, até porque se nesse atual estádio estão cobrando 50 reais, imagina então o que vão cobrar na nova Arena, que tende a ser muito mais moderno do que o atual estádio. 


Hoje se qualquer um de vocês for pegar o borderô das partidas do Furacão, vão ver que 90% dos torcedores que entram no Orlando Scarpelli são sócios, o restante compram ingressos. 


O objetivo da diretoria então é fazer com que esse torcedor que compra ingresso vire sócio. Mas torço para que não façam apenas isso, acredito eu que uma campanha, uma propaganda ou até mesmo promoções possam atrair mais sócios do que essa atitude. 


O Figueirense sempre foi conhecido como o time do povo, então cada vez mais me conformo de que nunca mais veremos festas parecidas como foi aquela da final de 1999, o jogo do acesso em 2001 e a festa do tri-campeonato em 2004. Cada vez mais aquele torcedor humilde que sofre para sustentar sua própria família se afasta do seu time do coração. 


Setor Popular


A essa diretoria que gosta de inovar, como fez com a apresentação do elenco, do uniforme, dou a dica para fazerem um Setor Popular onde hoje é o Setor D do Scarpelli. Ali sempre sentam poucos torcedores, então o que custa baixar os ingressos daquele setor? Será que não dá para criar uma nova modalidade de sócios especialmente para aquele Setor? Nem que fosse preciso tirar as cadeiras para diminuir o custo com a manutenção do estádio.


O que pode complicar é que a entrada do Setor C é a mesma do Setor D, mas isso não impede de dividir as catracas (3 para o Setor D e uma para o C) e colocar uma grade separando o caminho até o Setor D. É meio complicado, mas seria muito legal ver os Setores B, C e D lotados em jogos importantes. Se vocês sempre frisam que o Figueira voltou a ser Figueira, que façam algo para trazer aqueles torcedores de 99, 2001, 2004 de volta para Orlando Scarpelli. Fica a dica!


Um abraço a todos!

3 comentários:

Adriano Silveira - @videogueira disse...

Seria uma grande jogada mesmo esse setor popular, parabéns pelo post! Ah e valeu por divulgar o video do Vídeogueira no blog! Abs!

Adriano Silveira,
Vídeogueira.

Michel Vieira disse...

Tamo junto!

Willian Gomes disse...

Dale figueira *-*

é nóis amanhã lá no Setor B cantando,pulando e jogando o FURACÃO PRACIMA da raposa xDDDD