domingo, 28 de março de 2010

Figueirense 5 x 0 Juventus: Goleada para por medo nos adversários

Ontem o Figueirense fez dever de casa, conquistar os três pontos diante do já rebaixado Juventus era uma obrigação, a goleada foi conseqüência do um bom trabalho realizado até aqui. A molecada alvinegra mais uma vez mostrou que dentro do Scarpelli quem manda somos nós, mesmo com o desfalque de Jeovânio o Figueirense tomou conta do meio de campo e mantendo sempre a bola no ataque, não deu sopa pro azar, cachorro morto também não morde. Esse foi o terceiro jogo seguido dentro de casa que não sofremos gols, isso é mais resultado do ataque não deixa de atacar mesmo quando o jogo já esta ganho do que por méritos da defesa.

Desde o jogo contra o Brusque, quando tomamos três gols dentro do Scarpelli a nossa equipe melhorou drasticamente no quesito retranca, contra o Brusque quando tínhamos o jogo ganho nos retrancamos e nos últimos minutos acabamos sofrendo pressão e por pouco não entregamos o ouro, isso aconteceu contra o Ibirama, Chapecoense... De lá pra cá o Figueirense faz o gol e não se retranca, continua tentando fazer o gol. Foi assim contra o Joinville, Metropolitano e agora contra o Juventus, tai a resposta para tantos gols e nenhum gol sofrido. Márcio Goiano é o principal responsável por essa melhora. O Figueirense está provando que não precisa de uma boa zaga para não tomar gol, mas se precisar temos sim dois grandes zagueiros, são eles: Roger Carvalho e João Felipe e um baita de um goleiro além é claro de bons volante com Coutinho, Jeovânio e Ygor.

O jogo de ontem mostrou que mesmo sendo jovem, a equipe alvinegra tem muita paciência e inteligência para furar a retranca adversária. O Moleque Travesso começou o jogo marcando forte e agredindo nos contra-ataques, mas sem eficiência, a partir dos 20 minutos é que o Figueira descobriu como jogar e foi a partir daí que a porteira abriu, Júnior Negrão desencantou, fez uma grande partida, fez dois golaços e deu uma belíssima assistência para o Willian, esse último jogou muito. Márcio Goiano terá que quebrar a cabeça mais uma vez para escalar o time para o próximo confronto, que será contra a Chapecoense no estádio Índio Condá. Ele terá aquela dúvida gostosa, que todo treinador sonha em ter, Goiano terá várias opções para escalar o time, o único desfalque é o de Roberto Firmino, para o lugar dele deve entrar Bilú ou Fernandes, se ele quiser ainda tem Jean Carioca que sempre entra bem no decorrer da partida.

Outro ponto que eu destaco deste novo time do Figueira, é a união dos atletas, nos treinos a gente percebe alem da união o clima é de descontração, essa é a família de Márcio Goiano que aos poucos vai mostrando sua cara, no vídeo abaixo você pode ver a união dos atletas, eles se conhecem a pouco tempo mas parecem que são amigos de infância, esse time vai longe. Os gols de ontem foram marcados por Júnior Negão (2x), Willian (2x) e um golaço do nosso goleiro Wilson de falta, foi a primeira vez que ele bate uma falta, segundo Goiano o aproveitamento dele nos treinos é muito bom, vem ai outro Ceni? Tomara.

Um abração a todos! Hoje vai ser pura secação!

Um comentário:

Nadir disse...

Achei impecável a arbitragem. O árbitro estava sempre emcima da jogada. Por esta razão, no meu entender, não errou em nada. O jogo em si, mais parecia um treino do Figueirense "dava cartas e jogava de mão", como se diz na gíria. Poderia até ter feito mais gols. Willian foi um gigante, mais uma vez.Leonardo Kekes dos Santos