segunda-feira, 4 de abril de 2011

A força do elenco alvinegro!

Wellington Nem é mais uma boa opção para Jorginho.

Ontem, além da raça, determinação, e qualidade, o Figueirense num geral mostrou que tem sim, um elenco. Há alguns jogos atrás perdemos o melhor jogador do campeonato catarinense. Maicon por contusão ficou de fora de alguns jogos e pode ficar mais um tempinho ainda no DM. Roger Carvalho e Héber desfalcaram o Figueirense no clássico e devem ficar de fora dos próximos dois jogos. Fora isso, não podemos ainda contar com o Lenny, que busca ainda ficar 100% para poder ser relacionado pelo técnico Jorginho.

Todas essas ausências serviram para mostrar que o Figueirense tem elenco e não apenas um time formado por 11 jogadores. Quem imaginaria que com um meio de campo onde temos Maicon e Fernandes, uma zaga formada pelo Roger, e um ataque formado pelo Héber poderia encarar um clássico frente a frente com o Avaí com Pittoni, Wellington e Édson Silva como titulares? 

É verdade que ambas as equipes não vinham bem, mas ao olhar a escalação do Figueirense, bateu um desânimo. Mas isso, só antes da partida, porque depois dela vi o verdadeiro futebol do Edson Silva, o melhor em campo, e qualidade e raça tanto do Wellington como do Wilson Pittoni, este último já era unanimidade entre os torcedores alvinegros. 

Bruno (E) pode desfalcar o Figueirense contra o Criciúma.
Alem disso, durante o jogo perdemos o lateral direito Bruno, talvez o único que não tenha um substituto à altura. E agora? 0 a 0 no placar e como vamos ganhar esse jogo? Entra então Coutinho, jogador completo, que joga como meio de campo, volante e ontem mostrou que pode quebrar o galho também na lateral direita. Fazendo o feijão com arroz, o Figueirense foi melhor na partida mesmo sem os seus melhores jogadores, o que mostra que temos um bom elenco para o Catarinense. 

Para o próximo jogo não vamos poder contar com Juninho e Ygor, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, além dos jogadores que estão no DM. Mas não será problema, temos bons jogadores para entrar em campo. Para o lugar de Juninho, o bom lateral Hélder jogará, e para o lugar de Ygor, Jackson, volante formado nas categorias de base tem grandes chances de ser titular, outro que pode aparecer nessa posição é Bruno Neves, que segundo informações, é um baita jogador. Lenny também pode aparecer no banco.

Tudo isso que eu falei acima, não quer dizer que não vamos precisar reforçar o grupo para a Série A, mas sim que não vai ser preciso trazer 10 ou 15 jogadores como era feito nas temporadas passadas. É lógico que se não ganharmos o título catarinense, esse clima bom vai pelos ares e jogadores que hoje são bons podem se tornar ruins de um dia para o outro. Mas todos sabem que algumas dispensas, e umas cinco ou até mais contratações, pode ser o suficiente para fazermos uma boa campanha na elite do futebol brasileiro. Mas como o Jorginho pensa em Libertadores, essas cinco ou mais contratações vão ter que ser certeiras, jogadores que venham para ameaçar a titularidade dos que aqui estão.

Falando em contratação, Edu, atacante com passagens pelo São Paulo, Celta de Vigo, Real Betis e Internacional está negociando com o Figueirense, um baita atacante, se for contratado, parabéns à diretoria. Outro que deve chegar ao Figueirense após o estadual é o atacante Aloísio da Chapecoense, que hoje pertence à empresa/parceira do Figueirense Brazil Soccer.

Um abraço a todos!

Um comentário:

lsuh@ disse...

Oi sou seguidora do seu blog e gaostaria da fazer parceria com seu blog...este é o link do meu blog..
http://figueiraparasempre.blogspot.com/

Aguardo sua resposta!!