domingo, 11 de abril de 2010

Figueirense 0 x 0 Joinville: Estamos na final!

Empate com gostinho de vitória. Embora tenha sido o quinto jogo seguido sem levar gols dentro do Scarpelli, o Figueirense precisa corrigir muita coisa se quiser vencer a final fora de casa, é bem verdade que o jogo será no nosso salão de festa, e que também eles não nos vencem lá já faz cinco anos, mas será dificílimo já que eles jogam em casa e com o apoio de sua torcida, que não é lá muito grande.

Todos sabiam que o Joinville não faria corpo mole e que partiria pra cima do Figueirense, isso sem contar que o time deles possui qualidade, com todos esses fatores o jogo de hoje para o Figueirense foi um deus nos acuda, jogo nervoso, jogadores nervosos, torcedores nervosos e mais uma vez com o dedo de Márcio Goiano nós conseguimos nos sair bem. O nosso treinador mexeu bem na equipe durante o intervalo colocando Coutinho no lugar de Bilú que não joga bem á um bom tempo e colocou também Jean Carioca no lugar de Júnior Negão, o de sempre. Com essa mexida o Figueira ficou mais compacto na defesa e mais agressivo no ataque, isso até a expulsão de Lucas, e de novo Márcio Goiano teve que aparecer para salvar o Figueirense, ele tirou Juninho para colocar Ygor, que pra mim já deveria ter começado o jogo no lugar do Bilú ou do Jeovânio, este último jogou bem, precisa apenas de mais ritmo de jogo, isso ficou nítido quando ele apostava corrida com o adversário e perdia. Só bastou ao Figueirense segurar o placar até o fim do jogo, o que não foi fácil.

Além da bola no travessão o Joinville apenas levava perigo à meta do Goleiro Wilson com as bolas alçadas na área, e que perigo. Em muitos desses cruzamentos o nosso goleiro Gavião teve que praticar alguns milagres, milagres estes que nos garantiu o empate em zero a zero, e obviamente a vaga para a final do returno. No mais o Joinville não conseguiu entra na área com jogadas trabalhadas, apenas nesses lançamentos. Já o Figueirense sentiu e muito a falta do meia Maicon. Sem ele os meias Firmino e Juninho ficaram perdidos no meio de campo, faltou aproximação entres esses jogadores ofensivos, Lucas, Firmino, Willian, Juninho estavam muito distantes uns dos outros e isso foi crucial para alguns erros de passes bobos, faltou aproximação. E quando surgiam essas jogadas trabalhadas os jogadores pecavam na hora da finalização. Isso resultou nesse empate desanimador de zero a zero.

Agora é foco total no Avaí, time que joga contra a gente no próximo domingo a partir das 16h. O Figueirense terá dois desfalques, são eles: Lucas por ter recebido o cartão vermelho e o volante Jeovânio pelo terceiro cartão amarelo, Lucas é o desfalque mais sério, para jogar como ala eu colocaria o meia Firmino e para o lugar deste eu promoveria a estréia de maestro Fernandes, para desespero dos havaianos. Para o lugar de Jeovânio eu colocaria Ygor que pra mim no momento está jogando melhor que o Pit Bull, isso sem falar que temos também Coutinho, hoje ele entrou no segundo tempo e deu conta do recado. Do outro lado da ponte o único desfalque do time azuleijento será o do lateral direito Patrick, no mais eles vem com o time todo. É isso ai, domingo que vem quem puder ir compareça á Ressacola para fazer uma bonita festa e sair dela com o título do returno, lembrando, só a vitória nos garante vaga a grande finalíssima do estadual, ou seja, é jogar pra frente e que se dane o Havaí.

Dalhe Figueira, um abração a todos!

Um comentário:

JBmartins disse...

Notaram como o timeco do mangue tem se beneficiado pela arbitragem apos o xororo e a Pizza Havaena no TJD.